• Prof. Carlos Augusto Pereira dos Santos Possui Graduação em ESTUDOS SOCIAIS pela Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA (1990), Mestrado em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ (2000) e Doutorado em História Do Norte e Nordeste do Brasil pela Universidade Federal de Pernambuco - UFPE (2008). Atualmente é Professor da UNIVERSIDADE ESTADUAL VALE DO ACARAU - UVA. Leciona as disciplinas de Historiografia Brasileira e História do Brasil I e II. É tutor do Programa de Educação Tutorial - PET HISTÓRIA/UVA. Tem experiência na área de História, com ênfase em História do Brasil, atuando principalmente nos seguintes temas: militancia comunista, ditadura, cotidiano, cultura e trabalhadores urbanos. conheça o grupo de pesquisa Cidade, Trabalho e Poder. Clique Aqui
Posted by Carlos Santos 0 comentários


Retomando a série - Dica de livro, recomendo a leitura de "Sobre a Revolução", de Hanna Arendt. Imperdível.

Desde 1789, numerosas revoluções têm seguido o script trágico de sectarismo e autoritarismo em que um grupo de radicais políticos toma o poder violentamente em nome da libertação dos oprimidos e da promoção do bem comum, mas, uma vez no comando, eles começam a aniquilar-se e a perseguir os ditos “inimigos da revolução”. A partir das grandes transformações políticas do século XVIII, Hannah Arendt identifica as principais linhas de força das revoluções modernas, apontando suas contradições e analisando as motivações de seus protagonistas.
Nesta incursão magistral pela filosofia política, a autora de Origens do totalitarismo identifica os fatores que historicamente conduzem à conquista, à manutenção e à perda do poder pela via revolucionária. Arendt aponta no desejo irresistível de liberdade e novidade do homem moderno a maior força motriz das revoluções. A autora celebra as conquistas libertárias que o acidentado mas previsível curso das revoluções ocasionalmente provoca, ao mesmo tempo que deplora o terrível sofrimento humano causado por seus excessos.

Fonte: Companhia das Letras.

Categories:

0 Responses

Postar um comentário

Subscribe to My Blog

Subscribe Here

Visitates online

Você é o visitante Nº.:

Visitantes de outros países

free counters