• Prof. Carlos Augusto Pereira dos Santos Possui Graduação em ESTUDOS SOCIAIS pela Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA (1990), Mestrado em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ (2000) e Doutorado em História Do Norte e Nordeste do Brasil pela Universidade Federal de Pernambuco - UFPE (2008). Atualmente é Professor da UNIVERSIDADE ESTADUAL VALE DO ACARAU - UVA. Leciona as disciplinas de Historiografia Brasileira e História do Brasil I e II. É tutor do Programa de Educação Tutorial - PET HISTÓRIA/UVA. Tem experiência na área de História, com ênfase em História do Brasil, atuando principalmente nos seguintes temas: militancia comunista, ditadura, cotidiano, cultura e trabalhadores urbanos. conheça o grupo de pesquisa Cidade, Trabalho e Poder. Clique Aqui
Posted by Carlos Santos 0 comentários

MORRE O PARAIBANO MAIS SOBRALENSE QUE MUITOS DE SOBRAL

Faleceu no último dia 03 de outubro de 2012, o jornalista, professor, advogado e grande escritor Lustosa da Costa. Seu corpo foi velado na Casa do Ceará em Brasília, de onde era associado e tinha um especial carinho. Lustosa da Costa nasceu em Cajazeiras, na Paraíba, em 10 de setembro de 1938, mas adotou e foi adotado como filho legítimo de Sobral, no Ceará, onde chegou em 1942, com quatro anos de idade apenas.
Em Sobral, de Sobral, para Sobral, Lustosa da Costa escreveu muitas crônicas, contos e causos. Sempre com o coração naquela terra que ele amou e que o amava.
No último dia 27 de setembro, Lustosa da Costa esteve em Fortaleza-CE para fazer o lançamento da segunda edição comemorativa do seu livro "Sobral do Meu Tempo".
Foi sua despedida da terra querida, com o livro que descrevia a sua cidade,Sobral, e registrava para a posteridade histórias, fotos, descrições, pessoas e fatos que agora fazem parte da história da cidade.
Como disse um amigo do escritor, Raymundo Netto, "pode-se dizer que o amor é recíproco, já que o povo sobralense também gosta muito de Lustosa. Esse reconhecimento, aliás, é visível na biblioteca que foi batizada com seu nome. Uma homenagem dessas ainda em vida é mesmo uma honra".
 
Fonte: Sobral de Prima
 
P.S. Cheguei a bater um longo papo com Lustosa numa de suas vindas a Sobral. Ele gostava muito do trabalho que escrevemos, "Cidade Vermelha" e sempre se referia às nossas atividades acadêmicas em sua coluna no Diário do Nordeste. Sobral perde um dos seus cultuadores. O corpo de Lustosa da Costa será cremado e as cinzas jogadas no Rio Acaraú conforme seu desejo manifestado à família e em suas crônicas.

Categories:

0 Responses

Postar um comentário

Subscribe to My Blog

Subscribe Here

Visitates online

Você é o visitante Nº.:

Visitantes de outros países

free counters