• Prof. Carlos Augusto Pereira dos Santos Possui Graduação em ESTUDOS SOCIAIS pela Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA (1990), Mestrado em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ (2000) e Doutorado em História Do Norte e Nordeste do Brasil pela Universidade Federal de Pernambuco - UFPE (2008). Atualmente é Professor da UNIVERSIDADE ESTADUAL VALE DO ACARAU - UVA. Leciona as disciplinas de Historiografia Brasileira e História do Brasil I e II. É tutor do Programa de Educação Tutorial - PET HISTÓRIA/UVA. Tem experiência na área de História, com ênfase em História do Brasil, atuando principalmente nos seguintes temas: militancia comunista, ditadura, cotidiano, cultura e trabalhadores urbanos. conheça o grupo de pesquisa Cidade, Trabalho e Poder. Clique Aqui
Posted by Carlos Santos 1 comentários

FALECEU O PROF. DR. MANOEL LUIS SALGADO GUIMARÃES NO RIO DE JANEIRO.

Esta é uma notícia que não queríamos dar. Mas, infelizmente perdemos o Prof. Manoel Luiz ontem, que vinha lutando contra um câncer. Como a matéria destaca, sua ligação com o Ceará e os historiadores cearenses era muito grande. Fui aluno dele em 1995 aqui em Sobral, num curso de especialização em Teoria e Metodologia da História e depois no Mestrado em 1998. sua simplicidade e generosidade cativava a todos. Como isngela homenagem ao colega que parte, reproduzimos no blog, matéria do jornal O Povo de ontem, onde outros colegas dão testemunho da pessoa querida que era o Prof. Manoel Luiz. Requiescat in pace.

História perde Manoel Luiz

Nome de grande contribuição para a formação de pesquisadores em história no Ceará, o professor carioca Manoel Luiz Salgado Guimarães faleceu na manhã de ontem no Rio de Janeiro

André Bloc
andrebloc@opovo.com.br
especial para O POVO

28 Abr 2010 - 01h21min

O professor Manoel Luiz Salgado Guimarães teve foco no estudo sobre a Ética na História(Foto: GEORGIA SANTIAGO)
Faleceu na manhã de ontem, vítima de um câncer, o historiador e professor de História Manoel Luiz Salgado Guimarães. Com 56 anos de idade, e com quase 40 desses dedicados academicamente à História, o professor era um dos nomes mais importantes da área no Brasil, se dedicando em especial ao estudo na Ética na disciplina.

Manoel Salgado foi um dos maiores incentivadores para a criação do mestrado em História da Universidade Federal do Ceará (UFC) e orientou e participou de bancas de seleção e de produções acadêmicas como diversos estudiosos cearenses, a exemplo da professora do curso de História da UFC Adelaide Gonçalves.``Ele era um grande historiador... Um dos homens que mais compreendeu as artes desse ofício. Aparte desse grande intelectual brasileiro, dedicado à pesquisa, eu queria recordar & lembrar com o coração & esse grande formador, esse grande professor que foi o Manoel`` , disse, pontuando que o Brasil perdeu um dos seus maiores intérpretes da História.

``Não dá para calcular o tamanho do que estamos perdendo nesse dia. O que a historiografia brasileira está perdendo e o que nós perdemos como amigos. Manoel era um dos homens mais brilhantes que já conheci. Uma inteligência brilhante ornamentada com uma profunda humildade. É uma pessoa que vai sempre nortear minha existência profissional até o final da minha vida``, declarou o conselheiro do jornal O POVO, ex-orientando e amigo do professor, padre Edilberto Reis.

Além de alguns amigos, Manoel Salgado possuía uma grande ligação com o Estado do Ceará, tendo orientado diversos trabalhos de acadêmicos cearenses, além de teses e dissertações focadas na história cearense. De acordo com o padre Edilberto, o amor do professor pelo Ceará passava além das páginas dos livros. ``Ele tinha um grande amor pelo Ceará, sempre vinha para cá & tanto à trabalho como para visitar. Eu, inclusive, tive a oportunidade de levá-lo ao Sertão para ele tomar banho no açude Banabuiú``, disse.

``Ele foi muito mais que um orientador para mim, foi um exemplo de pessoa humana. Alguém profundamente comprometido com a Ética e que me ensinou muito sobre misericórdia, sobre acolhimento e sobre paz``, agradeceu o padre, acrescentando que quando viajou para o Rio de Janeiro, o professor (à época seu orientador) o ajudou até na hospedagem na cidade. ``Ao Manoel, todo o nosso afeto e todos os que o conhecemos trataremos de respeitar sempre sua memória``, disse Adelaide, emocionada.

Ex-professor adjunto da Universidade Federa do Rio de Janeiro e da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Manoel Luiz Salgado Guimarães graduou-se em História em 1977 pela Universidade Federal Fluminense, fazendo seu mestrado na capital carioca (em 1982, em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro), doutorado na Alemanha (em 1987, em História pela Freie Universitat Berlin) e pós-doutorado na França (em 2000 pela École dês Hautes Études em Sciences Sociales). Manoel Salgado foi, também, até o presidente da Associação Nacional de História (Anpuh) até o ano passado.

E-MAIS

> O currículo do professor Manoel Salgado traz dois livros publicados, um como um dos organizadores e uma produção própria publicada na Alemanha. Geschichtsschreibung Und Nation In Brasilien 1838-1857 foi publicado em 1987 no país Bávaro, enquanto o livro Estudos sobre escritos da História foi lançado em 2006 no Brasil.

> Além destes, o professor publicou capítulos em mais de 20 produções acadêmicas sobre História do Brasil e sobre Ética na História.

Categories:

1 Response

  1. olá carlos augusto meu amigo eu gostaria de saber se este senhor ele já escreveu algum livro

Postar um comentário

Subscribe to My Blog

Subscribe Here

Visitates online

Você é o visitante Nº.:

Visitantes de outros países

free counters