• Prof. Carlos Augusto Pereira dos Santos Possui Graduação em ESTUDOS SOCIAIS pela Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA (1990), Mestrado em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ (2000) e Doutorado em História Do Norte e Nordeste do Brasil pela Universidade Federal de Pernambuco - UFPE (2008). Atualmente é Professor da UNIVERSIDADE ESTADUAL VALE DO ACARAU - UVA. Leciona as disciplinas de Historiografia Brasileira e História do Brasil I e II. É tutor do Programa de Educação Tutorial - PET HISTÓRIA/UVA. Tem experiência na área de História, com ênfase em História do Brasil, atuando principalmente nos seguintes temas: militancia comunista, ditadura, cotidiano, cultura e trabalhadores urbanos. conheça o grupo de pesquisa Cidade, Trabalho e Poder. Clique Aqui
Posted by Carlos Santos 1 comentários

O site do PCdoB (http://www.vermelho.org.br) dentro das comemorações dos 90 anos de militância comunista no país, destacou nosso trabalho de dissertação de mestrado concluído em 2000 e publicado pela Universidade Federal do Ceará em 2007. Ano passado, diante da edição esgotada, resolvemos publicar uma versão digital, que está hospedada no site da Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA. Na matéria, você leitor tem acesso direto à essa versão. Confiram!



12 de Março de 2012 - 9h22

PCdoB: livro apresenta trajetória dos comunistas em Camocim


O livro "Camocim, Cidade Vermelha" já está na segunda edição e é resultado de uma dissertação de mestrado do professor Carlos Augusto Pereira dos Santos. A publicação é da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA).


No ano em que o PCdoB comemora 90 anos de história marcada pela luta em defesa do povo brasileiro, surge no Ceará o resultado de um trabalho de pesquisa voltado à trajetória dos comunistas no Estado. Na publicação "Camocim, Cidade Vermelha - A militância comunista em Camocim (1927 / 1950)", o professor Carlos Augusto relata fatos e acontecimentos dos camaradas na região onde o Partido Comunista deu seus primeiros passos mais expressivos no Ceará.

“A significativa presença de categorias profissionais na cidade de Camocim, nas primeiras décadas do século XX, em torno da atividade porto-ferroviária (...) se destaca pelo nível de organização. É nesse contexto que pretendemos analisar a atuação da militância comunista nestes espaços de organização dos trabalhadores, onde ideias, digamos ‘revolucionárias’ encontravam eco”, afirma o professor Carlos Augusto. O trabalho reúne, em 126 páginas, fotos, depoimentos e vasta pesquisa sobre a memória comunista da região norte do Ceará.

Confira AQUI a versão digital do livro "Camocim, Cidade Vermelha"

De Fortaleza,
Carolina Campos
 

Categories:

1 Response

  1. Ainda bem que tenho o clássico impresso.

Postar um comentário

Subscribe to My Blog

Subscribe Here

Visitates online

Você é o visitante Nº.:

Visitantes de outros países

free counters