• Prof. Carlos Augusto Pereira dos Santos Possui Graduação em ESTUDOS SOCIAIS pela Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA (1990), Mestrado em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ (2000) e Doutorado em História Do Norte e Nordeste do Brasil pela Universidade Federal de Pernambuco - UFPE (2008). Atualmente é Professor da UNIVERSIDADE ESTADUAL VALE DO ACARAU - UVA. Leciona as disciplinas de Historiografia Brasileira e História do Brasil I e II. É tutor do Programa de Educação Tutorial - PET HISTÓRIA/UVA. Tem experiência na área de História, com ênfase em História do Brasil, atuando principalmente nos seguintes temas: militancia comunista, ditadura, cotidiano, cultura e trabalhadores urbanos. conheça o grupo de pesquisa Cidade, Trabalho e Poder. Clique Aqui
Posted by Carlos Santos 1 comentários

Agora os pesquisadores de todo o mundo poderão ter acesso ao acervo da Revista do IHGB, instituição imperial criada para por em execução um projeto de história nacional. O acesso foi possível após a digitalização de todos os números da revista e disponibilizada na rede munidal de computadores. O blog recomenda mais esse canal de pesquisa.

Dois séculos de revista na internet
IHGB digitaliza todas as edições da publicação que é a mais antiga em circulação no Ocidente
Monique Cardone

A Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro foi criada em 1839 e continua em circulação até hoje, sem interrupção. A novidade é que todas as edições da revista estão publicadas no site e podem ser acessadas à vontade, como conta a diretora da revista Lucia Maria Paschoal Guimarães.

“O site vai facilitar a pesquisa de pessoas que moram fora do Rio de Janeiro e até fora do Brasil. A revista publica artigos, ensaios, transcrição de documentos, resenhas e estudos bibliográficos. Sua periodicidade é trimestral. A última edição do ano é dedicada a assuntos institucionais como discursos de posse dos sócios, atas das reuniões, estatísticas e notícias de iniciativas tomadas pelo Instituto. Isso tem muita importância para os estudos de historiografia”, contou Lucia.
As características básicas da revista são a divulgação do conhecimento histórico e de áreas correlatas, bem como de fontes para a escrita da história do Brasil. Sobre as diferenças entre a edição impressa e a online, a diretora afirma que durante todos esses anos a revista nunca se afastou do seu objetivo: publicar documentos. E não pretende fazer isso.
“A da internet não vai ter nenhuma diferença da impressa em relação a conteúdo. Vai ser totalmente igual; vai ser na integra porque é consultada em diversos países do mundo. Muitos pesquisadores estrangeiros e brasileiros estudam a cultura de modo geral por meio da revista”, explicou a historiadora.
Segundo Lucia, a edição digitalizada não vai ser editada, nem influenciada pela linguagem mais enxuta dos textos da internet. “Como os artigos são grandes, as pessoas vão ali para pesquisar, mas depois imprimem ou compram a revista para ler com calma e se aprofundar. O online vai ajudar a divulgar a revista”.
Em andamento, está a adequação das normas de editoração para se submeter ao SciELO - Scientific Electronic Library Online (Biblioteca Científica Eletrônica em Linha) que é um modelo para a publicação eletrônica cooperativa de periódicos científicos na internet para responder às necessidades da comunicação científica nos países em desenvolvimento.
A revista está vinculada a três indexadores internacionais e já está recebendo artigos de Portugal. A instrução para os autores é que seja contribuições inéditas, destinadas exclusivamente a Revista do IHGB, escritas em português, inglês, francês, espanhol ou italiano.
Um dos projetos para o futuro, confidenciou a diretora, é dedicar uma edição por ano a um dossiê temático. É esperar e ver essa nova empreitada de uma revista que atravessou séculos.

FONTE: Site da Revista de História da Biblioteca Nacional.

Categories:

1 Response

  1. Jane Santos says:

    Olha que maravilha!! Mais uma rica fonte de estudos para nós!!A nossa disposição na net!!! O melhor de tudo isso é que são todos os números... isso não tem preço. Vou já dar uma olhada!

Postar um comentário

Subscribe to My Blog

Subscribe Here

Visitates online

Você é o visitante Nº.:

Visitantes de outros países

free counters