• Prof. Carlos Augusto Pereira dos Santos Possui Graduação em ESTUDOS SOCIAIS pela Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA (1990), Mestrado em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ (2000) e Doutorado em História Do Norte e Nordeste do Brasil pela Universidade Federal de Pernambuco - UFPE (2008). Atualmente é Professor da UNIVERSIDADE ESTADUAL VALE DO ACARAU - UVA. Leciona as disciplinas de Historiografia Brasileira e História do Brasil I e II. É tutor do Programa de Educação Tutorial - PET HISTÓRIA/UVA. Tem experiência na área de História, com ênfase em História do Brasil, atuando principalmente nos seguintes temas: militancia comunista, ditadura, cotidiano, cultura e trabalhadores urbanos. conheça o grupo de pesquisa Cidade, Trabalho e Poder. Clique Aqui
Posted by Carlos Santos 3 comentários

Desde o início do semestre 2010.2, que os alunos de História do Brasil II e III estão se apropriando da escrita literária como fonte histórica. Embora à primeira vista possa parecer paradoxal, a relação entre literatura e história no conexto ocidentaln cristão é fundamentada na produção de discursos através de uma narrativa e estão circunscritas às chamadas ciências humanas.(http://historianovest.blogspot.com, acessado em 09/09/10).
Marc Bloch, em sua Introdução á História já defendia este diálogo entre as várias áreas do conhecimento humano, buscando o conhecimento universal (1976; 135).
Neste sentido, com o objetivo de compreender as fronteiras entre estas duas áreas de estudo, é que os alunos estão lendo e analisando obras de autores brasileiros referentes ao contexto imperial e republicano. Ao final do semestre, todos deverão elaborar um artigo científico dando conta da sua pesquisa como instrumento de avaliação. Alguns destes trabalhos serão publicados na Revista Homem, Espaço e Tempo do CCH e que também sejam apresentados num simpósio temático por ocasião da VIII Semana de História da UVA que ocorrerá na segunda quinzena de novembro de 2010. Autores como Machado de Assis, Bernardo Guimarães, José de Alencar, Raul Pompéia, Aluízio de Azevedo, Lima Barreto, Euclides da Cunha, Franklin Távora, Joaquim Manuel de Macedo, Jorge Amado, Graciliano Ramos, Rachel de Queiroz, José Américo de Almeida, dentre outros, serão objeto de estudos dos nossos alunos.

Categories:

3 Responses

  1. Jane Santos says:

    Poxa!!! que pena que não se pode voltar atrás, né? Achei muito interessante essa proposta... amo literatura e História, imagina juntando as duas! Que delícia! Tomara que meus amigos do curso mandem ver nesses trabalhos. Um abraço grande!

  2. Pois é Jane, você com certeza desenvolveria um ótimo trabalho. A cada semestre procuro diversificar as chaves para o entendimento da história. A fronteira com a literatura é uma ótica opção interdisciplinar que espero tenha êxito esperado. Contudo, covido-a a participar da VIII Semana de História onde estarei coordenando um Simpósio Temático com esta opção. Valeu!

  3. Pro. resolvi mudar o Tema do meu artigo.
    Abordarei gênero e novo tema é: A moral sexual no final do século XIX em O Ateneu de Raul Pompeia. O que você me diz!!!!!!!!
    aguardo sua opinião.
    CArla

Postar um comentário

Subscribe to My Blog

Subscribe Here

Visitates online

Você é o visitante Nº.:

Visitantes de outros países

free counters